Archive for setembro \21\UTC 2009|Monthly archive page

abaixo a meia-entrada, viva o Huaska e Alla Prima

.

uaheuiuihea

puta titulo grande né? :)
calma, sou apenas semi-radical… aheuiheuiheauihea

estou pensando em fazer um projeto contra a carteirinha de estudante e mandar para a câmara… vai que alguem realmente resolve apoiar. o qual seja o projeto:

abolir a idéia de “meia entrada” generalizada… que ja comecou errada e deveria se chamar “meio pagamento”, afinal ninguem entra pela metade em algum teatro ou show, rs.

mas antes do texto gigante e chato, aqui vai uma propaganda dos nossos patrocinadores:

flyer

(e como somos contra, nao tem meia-entrada mas uma entrada justa!)

=)

mas brincadeira a parte… esse metodo de incentivo a cultura nao é valido e está estagnando muita coisa.  motivos que aponto para acabar com a tal carteirinha:

1) Hoje o Incentivo a Cultura (carteirinha) eh subsidiado pelo proprio espetáculo. Afinal, quem paga a sua outra metade quando vc usa a carteirinha? respondo: A producao do espetaculo e os outros que pagam a inteira, que hj em dia custa quase o dobro de uma “inteira real” por conta das meias-entradas generalizadas. Oras, se o Estado quer subsidiar ingressos para incentivar adolescentes e outros “pseudo-estudantes” a irem ao teatro cinema e shows, entao que pague para ele ir… assim ajuda tb a producao cultural, que eh quem mais se fode… imagina um grupo de teatro tentando fechar as contas pra produzir uma peça, sabendo q tem q cobrar o preco inteiro bem mais caro pq todo mundo tem uma carteirinha no bolso.

2- falsificacao de carteirinhas. me conta aqui quem nunca teve uma ou nunca ouviu falar. duvido. a classe media-alta e alta… todos tem carteirinhas e nem estudam mais… ou se estudam, mesmo assim, pra que precisam do subsidio?? para ir ao show VIP da Mariah Carey de 750,00 no SP Fashion Week e pagar meia???

O sistema deveria ser mais centralizado e o controle deveria ser por cadastro do estudante, pela impressao digital.
vc acha absurdo??
imagina se os onibus de SP abolissem o bilhete-unico e passassem a usar as digitais (com opcao de bilhete apenas pra casos especiais). nao haveria fraudes e ficaria tudo mais barato. vc pagaria uma quantia referente ao mês e poderia usar os coletivos a vontade.

da mesma forma, vc iria a postos de meia-entrada e compraria la seu convite.

3- uso descambado. o negocio ficou tao feio que organizadores comecaram a impor restricoes ao uso da carteirinha para viabilizarem o espetaculo. colocam uns 10% de meia-entradas a venda, bem antes, e depois dessa cota vendida acabam-se as meia-entradas. oras, como pode acabar? se tem a entrada inteira, eh soh cobrar metade dela.

4- defendo que as carteirinhas sejam de uso restrito aos colegios publicos de ensino fundamental e medio, assim como a meia passagem nos coletivos. Nos cursos técnicos todos teriam acesso às carteirinhas e no caso das Universidades publicas e privadas, poderia existir uma bolsa aos alunos que tem menos renda e nao indiscriminadamente a todos. Ja estao cansados de saber que quem entra em universidade publica sao grande maioria ricos. esses com certeza nao precisam pagar meia pra ver o Radiohead ou Amy Winehouse.

5- Lei de mercado: com as carteirinhas reduzidas drasticamente, existindo apenas para os que realmente precisam, com dispositivo anti-pirataria, o preco real dos espetaculos iria diminuir. por mais que se pense em cartel, sempre vai existir um concorrente novo ou independente falando em outras palavras isso: “eu consigo te oferecer por menos, vem pra ca!” ou como dizem por aih: it´s the economics, stupid!

6- dizem que muita gente passou a linha para a classe media. essa nova classe media, junto com todas as classes que nao os abastados, continuam tendo dificuldades para terem acesso as atividades culturais… se nao estudam, tampouco tem carteirinhas falsificadas… e, muitas vezes, ainda ficaria caro a meia, que, afinal eh o preco da inteira camuflado.

ou seja, nao existe hj uma meia-entrada, existe uma Entrada Inteira e uma Entrada Dobro.

entao é melhor jogar logo toda a merda no ventilador e tentar resolver o problema, que é o incentivo a cultura para quem realmente precisa!

e tenho dito!

e só por isso to postando o CD do Alla Prima aqui:

alla-460

muita musica legal e free pra baixar…

assim vc aprende e pode cantar junto (se conseguir) no show de quinta-feira na Livraria da esquina B ;)

(clique na capinha do CD do Alla Prima para baixar)

e se quiser baixar o CD do Huaska, entre aqui:

http://www.huaska.com.br

Chocolate!

.

se eu fosse adepto dos 80’s eu citaria a famosa frase do Sloth, do filme “os Goonies”:  tSscho-co-laaalllte!

mas como eu nao sou adepto, vou postar aqui o video de uma cena, uhaeiuhea :

heiuehuiheaiuhea =)

na verdade nao eh quando ele fala “chocolate” com mais enfase, mas serve… :)

Top Ten Choco!

Em março de 2004 eu fiz meu top ten chocolates no meu finado fotolog.com/blinque e da pra ver como era a lista AQUI. detalhe para a fotomontagem animal que eu fiz, na época!

e hj decidi atualizar minha lista dos melhores chocolates! ;)

nao entram na lista chocolates de boutique, muito menos belga, frances ou suiço que seja dificil de encontrar e/ou caro.

tradicional1- Nhá Benta! Tradicional, claro!
sei que é doce demais e eh mais marshmallow que chocolate… mas isso é um absurdo de bom!
o Brasil deveria tombar a Nhá Benta e a ONU declarar patrimonio da humanidade.
atencao para a versao de côco que eh mto foda! E ainda bem que nao existe mais a versao de pimenta que era horrivel (aberração causada pela novela “chocolate com pimenta” que tb foi uma aberração chopinhada do filme “Chocolate”, que é muito legal). A Nhá Benta de morango tb é bem sofrivel, mas a versao sabor chocolate é bem honesta.
2 – Toblerone. o classico amarelinho é imbativel. eh foda demais! sem contar o design…
…foda-se o design, me da um triangulo, ja!

3 – Talento Intense, amargo com amendoas. Essa a Garoto acertou mesmo. Acho o melhor chocolate meio-amargo de prateleira, nacional. eu sei que ta na moda lançarem chocolates mais fortes e amargos… mas a maioria eh ruim. tem que comer esse quando esta fresco e novo. ja comi uns velhos q estavam ruins, mas é a vida… alguem tem que come-los!

4 – aqui no numero quatro tem uma fraude, uma farsa: eh a bomba de chocolate da Cristallo. nao sou tao burro pra achar que bomba (ou “Eclair” pra quem é chique) não é chocolate! mas as bombinhas da Cristallo sao foderosas… e se vc for comprar uma a mais, além da de chocolate, compre a de Zabaione! poultizgrila!

5- Kit Kat. sempre que possivel e disponivel, vale a pena comprar. maldita Kraft que suspendeu a producao aqui no Brasil. ainda bem que o Toblerone nao tem mais faltado das prateleiras…

garrafinhas6- outros chocolates “acessiveis” da kopenhagen:
Lajotinha, Chumbinho, as Garrafinhas… Ahhh, as Garrafinhas de chocolate com bebidas dentro (uisque, cointreau, cachaça, etc…)!!! e muitas outras coisas pequenas para comer só um pouquinho pra nao levar facada no figado.

7- Bis, simplesmente pq “eh impossivel comer um só”. os caras do marketing da lacta sacaram que a fabrica andava pondo cocaina na formula e soltaram essa pérola ;) nao curti as versoes branca e pseudo-nutela, mas o ovo de pascoa de bis eh genial.

8- nao sou muito fan de chocolate branco (e ja escrevi um artigo provando que chocolate branco nao é chocolate!) mas o Ouro Branco tem o coração negro!!! e aih está o segredo da ovelha… ahn… branca? iuaheuieha. E vale uma menção de honra para o “sonho de valsa trufa”. tb nao sou fãn de trufa… e é facil explicar o por quê: trufa não é chocolate! mas o “sonho de valsa trufa” eh mto bom e, pelo preco, tem que estar na lista!

macadamia ofner9- bombom de macadâmia da Ofner. Eu sei, o chocolate da Ofner é bastante ordinário…. vagabundo, pelo que cobram. mas eles deram uma dentro com esse chocolatinho que da pra comprar sem esvaziar o bolso :)

10- décimo, mas nao menos importante na vida de um chocolatra: empate entre o Diamante Negro, o Diplomata e o Crunch!!!

observacoes:
i) um dos que eram meus favoritos, o Afrika, nao coloquei por alguns motivos… primeiro que é dificil de achar e caro. e segundo que ele é uma bolachinha coberta de chocolate.
ii) lendo minha lista de 2004 me lembrei do Almond Joy… pouts, que delicia… mas acho que nao existe mais… uma pena!
iii) a Cadbury ta demorando demais pra entrar com uma linha de chocolates no Brasil…
eles acham o q? somos Bric, caray! iaheiuehuieha (pessimo iaeiuheuhea)  :(

e para ouvir, claro, chocolate!

Ouvindo: Parliament – Chocolate City

chocolate city

é funk soul groove, baby-fuckin-choco! iuhaeuieuiha

esse disco de 75 é meio desconhecido e nao tem hit, mas eh bem legal :)

eh como se fosse um cd do frank zappa ou do sonic youth pra quem quer achar umas ideias boas pra rock: um milhao de ideias por segundo…  serve de celeiro pra muita coisa.

nesse caso, querendo um celeiro pra black, ta aih um disco ;)

(clique na capinha do CD Chocolate City, do Parliament, para baixar ;)

e terminei sem ser obvio, sem citar wonka e a fantasitica fabrica de chocolates
iauheuiehea

;)

internet vs(?) eleições

.

lendo as ultimas noticias me dei conta que nao eh apenas detalhe o fato de censurarem o uso da internet para eleicoes de 2010.

claro que eu nao sou bobo (só pareco :P) e a primeira leitura obvia eh que politicos (principalmente congressistas) sao conservadores e tem o medo de perderem espaco para quem realmente sabe se articular com os eleitores pela net… ou seja, politicos de verdade, que representam algum segmento, que vao tomar cadeiras preciosas de gente q ta com a bunda acomodada nas casas legislativas.
afinal, um deputado nada mais eh do a voz de uns 50mil (as vezes muito menos) eleitores que tem opiniao semelhante sobre varios assuntos.

até aih tudo bem, tá claro pra todo mundo: quem sabe usar a net melhor, se da bem… ta  todo mundo com o saco careca de saber. e a campanha de Obama estava la pra aprendermos os prós e contras.

mas estamos numa época em que nao se vai as ruas por alguma coisa, e esse fenomeno eh mundial.
ou nao se empenham o suficiente por preguica, para sair as ruas, ou acham que tem pouca valia.

aih eh que está o perigo…  ve um exemplo:

Brasil acredita que precisa abrir mais 7700 vagas de vereador para as 5565 cidades brasileiras.
isso é absurdo ou só eu to viajando? e tenho certeza que vai passar facilmente no congresso.
o Brasil precisa de melhores vereadores, nao mais vereadores! talvez a internet nao ajude a melhorar esse quadro? tanto na escolha como no acompanhamento do eleito?

ta, mas como se mobilizar contra isso? vamos juntar 100mil nas ruas? entao ta, é só sair 20 pessoas por municipio e ficar gritando na mesma hora?
claro que para haver mobilizacao de pessoas de mais de 5mil lugares diferentes, hj em dia, precisa de uma “ferramenta” para se comunicar e encaminhar alguma coisa… algo como uma tal de internet?

isso vem bem ao caso… porque vc pode se mobilizar pela net atraves de mil “lugares”. o problema é que vc nao vai conseguir encaminhar nada! como assim?

ueh, de que adianta a mobilizacao pela internet se ela nao pode ser usada oficialmente nem extra-oficialmente e nem criticada?
e, pior, nao pode haver engajamento!!!
“como assim?”
nao posso defender que algum programa ou candidato seja bom por algum motivo?! ou que nao possa dizer ao mundo que nao vote em José por outros mil motivos?!

sei que esta fora de contexto (afinal, nao vou colar um milhao de paginas do projeto de lei eleitoral aqui pra ilustrar isso):
“artigo 45 do projeto de lei eleitoral (PLC 141/09) no qual é vedada qualquer opinião sobre candidatos na internet durante as eleições. O texto foi proposto pelos relatores do projeto, os senadores Eduardo Azeredo (PSDB-MG) e Marco Maciel (DEM-PE)”

isso é um absurdo. e aqui ja fica minha indignacao antes que me censurem: jamais votem em Marco Maciel ou no Eduardo Azeredo!
“pow, mas é radical, isso, né Carlos? vc parece eco-bobo do Greenpeace!”
é claro que exagero. mas nesse caso, merece! cara, presta atencao, internet nao é tao ou mais que radio e tv. é muito mais.  não é uma midia engracadinha que vai substituir alguma outra: é VIDA em outro meio! as pessoas vivem pela internet, em alguns casos mais do que fora de casa.

ta, “viver” foi um verbo muito forte que eu usei… elas socializam, as vezes, mais pela internet que na “extranet” iuaheiuheauhe…  ou como dizem, “na vida real” (como se socializar com pessoas reais atraves da internet nao fosse algo irreal)

é claro que um blogueiro, orkuteiro (inclusive twitter) pode sofrer uma ação com pedido de direito de resposta por ter ofendido algum candidato. E isso deve existir! Alguem tem que se responsabilizar pelo que escreve!
Mas temos que ter o direito de escrever opiniao, mesmo que muitas vezes a opiniao nao passe de: “Kassab é um cuzão!” oras, isso é xingamento! e porque estaria censurado? afinal, eu xingo na rua!
o que nao posso é caluniar o filho da puta.
mas só faltava agora as pessoas terem medo de escrever! ja nao se lê muito no Brasil, muito menos escrever… e agora o cidadao vai ter medo de escrever… aih fudeu a porra toda! só falta cortar o rabo e as orelhas e colocar uma coleira.

enfim, os internautas tem que tentar ajudar na discussão: Internet é terra de ninguem ou algo exatamente como o mundo real, onde a calunia, injuria tb existem, assim como a liberdade de expressao, essa sim, mais importante que calunia, com certeza!

e abaixo os novos 7700 vereadores-fantasmas!
:P

Huaska destaque do Estado de Minas

.

esses caras sabem o que é bom!

iuhaeiuehiuehuia

zueira de lado, pow… saiu uma matéria excelente no caderno de Cultura do jornal Estado de Minas. E é a única avaliação “ótima” dessa edição! :)

olhem só que lindo, rs:

jornalzim

como eu sei que ta pequeno demais pra ler, eu copiei o texto (consegui abrir o pdf que recebi e passei pro word, usando esse programa aqui) e to colando aqui pra vc, que nao assina o jornal mineiro e nao tem login para a versao online:

Barulho Bossa Metal

A banda paulista Huaska surpreende com uma inusitada mistura sonora em seu novo álbum”

por Arthur G. Couto Duarte

“O comercial com o Sepultura tocando bossa nova fez escola. Não, não se trata de piada.

Nem de humor negro. Huaska é um grupo paulistano que mistura heavy metal e bossa nova, mas não é só: no CD Bossa nenhuma (Objeto Sonoro), samba, drum’n’bass, rock gótico, hardcore e cordas de têmpera sinfônica também se imiscuem em seu hibridismo sônico, de forma nada convencional.

Como o guru Monsueto, Rafael Moromizato (voz), Alessandro Manso (guitarra, violão), Carlos “Blinque” Milhomem (guitarra) e Caio Veloso (bateria, percussão) também se perguntam sobre os motivosde rimar amor e dor. Samba-gótico invadido pelo ectoplasma do The Cure, o sorumbático Lapso e seus versos (“Pode ser que algo bom venha acontecer/ levar essa dor para ondefor/ porque só tenho um futuro incerto/ vícios, desejos, sem ninguém por perto/ em um presente que não foi ganho por ninguém”) sangram tímpanos, aos borbotões.

Inspirada pelo conto homônimo de Machado de Assis, O machete aprofunda os golpes desferidos pelo bruxo de Cosme Velho, desvelando os músicos do Huaska como empedernidos rockers condenados à tristeza tropical. E o que dizer do verdadeiro achado poético enclausurado no título de Não me cegue… nem me siga? Ou na eternamente maldita Sambadoom?

A gravação dá sequência aos experimentos iniciados no CD E chá de erva doce (2006, via selo Misturada) e os leva a um nível de excelência que há tempos não se ouvia na cena musical nacional. Pois essa certamente é a vingança da fórmula “chiclete com banana”, Novos Baianos, Picassos Falsos, Chance, Virna Lisi, o clã Cavalera e seus herdeiros descendo aos infernos, numa quarta-feira de cinzas, entregues a ruminações pós-carnaval.”

avaliação: ótimo

e, pra comemorar e aproveitar, baixe o tão famigerado CD aqui:

Huaska - Bossa Nenhuma Capa CD Huaska – Bossa Nenhuma

;)

(clique na capinha do Bossa Nenhuma para baixar pelo Rapidshare ou clicando AQUI para baixar pelo Mediafire)